Como fazer um blind caseiro para observar aves
Posted on: April 8, 2015, by : admin
Saíra-amarela – Foto: Zé Edu Camargo
Você pode chamar de esconderijo, camuflagem, mocó. Mas o termo mais usado para designar um lugar de onde é possível observar animais sem ser notado é blind (palavra que em inglês pode ser um adjetivo – cego – ou um substantivo, que tem mais o sentido de enganação). O blind é um recurso muito usado por pesquisadores e observadores de fauna (infelizmente, também por caçadores) para conseguir maior aproximação de animais muito tímidos ou assustadiços no meio da mata. No entanto, você também pode fazer um no seu quintal ou no seu sítio para observar as aves mais de perto, principalmente se combiná-lo com um comedouro. Um pano camuflado já serve para esse fim. É um recurso interessante para mostrar as aves de perto às crianças e a pessoas com problema de locomoção. E também para treinar seus dotes fotográficos, simulando as situações que você vai ter em campo.
Fim-fim – Foto: Zé Edu Camargo
As fotos mostram um blind que fiz em Minas Gerais, com bons resultados. Aí embaixo, algumas observações.
– Se houver uma mata por perto, escolha um lugar próximo a ela. As chances de aparecer uma ave diferente e mais arredia são maiores. Mas vai funcionar mesmo em um quintal no meio da cidade.
– Um pano camuflado estendido entre duas árvores já foi o suficiente para criar o esconderijo. Como elas vinham da mata em frente, não me preocupei em tapar a visão de cima ou dos lados.
– Como “comedouro” usei somente um galho seco que encontrei caído. Coloquei algumas frutas (banana e mamão dão bons resultados) e procurei tirar os galhinhos menores que poderiam atrapalhar a linha de visão.
– É importantíssimo trocar as frutas pelo menos uma vez ao dia, mesmo que elas não tenham sido comidas por inteiro. As frutas podem abrigar microrganismos prejudiciais às aves depois de muito tempo expostas à luz e ao calor.
– Tente se aproximar do abrigo fora da linha de visão das aves e permaneça o mais quieto possível.
– No inverno as aves frequentam o comedouro com mais constância, pois a oferta de alimento diminui muito.
– Você pode também colocar bebedouros para beija-flores, mas não se esqueça de trocar a água com açúcar todos os dias.
No meu caso, tive sorte. Minutos após montar o comedouro já apareceram algumas aves – e consegui boas fotos da saíra-amarela e de um jovem fim-fim. Espero que você também tenha bons resultados!
Comedouro e blind – Foto: Zé Edu Camargo
Visão atrás do blind – Foto: Zé Edu Camargo

 

%d bloggers like this: